Pixel do Facebook
Close

29 de setembro de 2017

Cross Docking: Um Processo Logístico Inteligente

cross docking processo

O cross docking é a solução que muitas empresas necessitam, porém não conhecem. Ele pode resolver boa parte dos problemas relacionados ao prazo de entrega, custos, envio de produtos errados, entregas feitas em destinos de uma mesma região, entre outros.

Para quem ainda não está tão habituado ao termo, o cross docking consiste em uma prática de distribuição em que a mercadoria recebida em um centro de distribuição não é armazenada, mas, sim, imediatamente transferida para outros veículos, para seguir o processo de entrega ao destino final.

O sistema é um processo inteligente dentro dos modelos logísticos atuais.

Fazendo uso do cross docking todos os pedidos de compra são gerados e enviados automaticamente para o centro de distribuição o qual atende uma determinada região. Então, uma outra parte do sistema da logística integrada faz o procedimento de redistribuição, enviando as mercadorias para o seu destino final.

Quais as vantagens do Cross Docking?

O sistema vem se tornando cada vez mais popular dentro das estratégias logísticas de empresas de abrangência nacional, como lojas online, varejistas, indústria e distribuidores.

Trata-se de um processo extremamente eficiente e que também reduz gastos logísticos com movimentação de mercadorias para quem o utiliza – já que o mercado atual exige cada vez mais agilidade na entrega de pedidos.

Abaixo, listamos algumas características a destacar:

1. Descentralização dos estoques

Melhor do que ter um estoque é ter vários distribuídos pela área de atuação da empresa.

Desenvolver parceiros estratégicos de logística em diversas regiões para realizar o cross docking é uma estratégia bastante inteligente, uma vez que estes parceiros farão o fracionamento inteligente dos pedidos a partir de uma carreta lotada, que saiu da fábrica direto para o parceiro de distribuição fracionada.

2. Personalizar embalagens e adicionar brindes

O processo permite a criação embalagens personalizadas para uma determinada ação sazonal, campanha de marketing e ofertas especial de vendas. Isso confere maior autenticidade ao negócio.

É possível ainda adicionar brindes especiais às mercadorias, estreitando o relacionamento com o cliente. 

3. Redução da necessidade de grandes estoques

Mais uma vantagem do cross docking é que ele dispensa os inconvenientes estoques, que ocupam muito espaço. Também evita o desperdício, já que os produtos não precisam ficar estocados até que sejam vendidos, ou seja, vai direto da fábrica para a distribuição.

O espaço fica livre de prateleiras e estantes para acomodar as mercadorias, sobrando mais áreas para acomodar outros itens, se necessário.

4. Redução de custos

Os antigos processos de distribuição frequentemente apresentam desorganização e altos custos com processos desnecessários e, principalmente, mão de obra.

Além disso, grandes áreas particulares de armazenagem têm um custo elevado, não só pelo espaço físico, mas também com segurança, mão de obra, tributos federais, estaduais e municipais.  

5. Otimização do tempo

Outro ponto é a redução do tempo em todo o processo logístico. Com o cross docking as mercadorias chegam muito mais rápido ao seu destino, e de forma mais assertiva.

6. Informações sobre todo o processo

Também é um dos sistemas mais inteligentes de logística, pois possibilita que você tenha acesso a todas as informações envolvidas no processo de distribuição, como:

  • Dia e horário do envio realizado pelo parceiro logístico;
  • Informações sobre a transportadora responsável pelo trajeto da mercadoria;
  • Código de barras de cada pedido;
  • Quantidade de mercadorias em trânsito por dia;
  • Dia e horário da chegada da mercadoria ao seu destino;
  • Estado da mercadoria no momento da entrega;
  • Tracking do veículo de entrega. 
  • Cross Docking X Transit Point

O cross docking é um processo de logística que pode ser considerado similar ao Transit Point. O Cross Docking opera sob o mesmo formato que os transit points, porém pode envolver múltiplos fornecedores atendendo a clientes comuns.

Já o transit point possui uma característica básica onde os produtos recebidos pelo parceiro logístico já têm seus destinatários definidos.

Por esse motivo, o transit point é mais vantajoso para aqueles vendedores que estão longe dos grandes centros de distribuição, mas que mesmo assim precisam de um parceiro logístico para redistribuir as entregas.

Esses sistemas logísticos inteligentes têm a capacidade de atender múltiplos clientes e abranger grandes territórios.

Cross Docking X Drop Shipping

Drop Shipping é um processo logística no qual existe um revendedor entre o vendedor de fato e o cliente final. Dessa forma, o revendedor não mantém bens em estoque, apresentando os produtos a seus clientes através de uma vitrine ou catálogo online.

Assim que o cliente completa o pedido e paga, o revendedor encaminha o pedido ao vendedor, o qual faz todo o processo de embalagem e envio diretamente ao destino final.

Já no cross docking, como visto anteriormente, existe um processo de redistribuição e expedição de mercadorias antes do envio ao destino final. 

Afinal, por que optar pelo cross docking?

Na realidade, não é uma questão de optar pelo cross docking. É uma questão de entender a necessidade da operação e optar por um modelo mais adequado às necessidades do momento.

E é durante esse processo de “entender a operação” que as empresas precisam equacionar os objetivos de curto e médio prazo, além da satisfação dos clientes e de quanto investir.

Dá para equalizar tudo isso fazendo uso do cross docking através de um parceiro de confiança que conheça a fundo esse processo. Então, avalie muito bem as opções do mercado. Uma dica que podemos dar é buscar parceiros já reconhecidos no mercado, principalmente por grandes indústrias.

Vantagem do cross docking sobre outros processos

Realmente a grande vantagem do sistema cross docking é a extinção das atividades de armazenagem própria, em consequência aumenta-se o giro dos produtos pela diminuição dos prazos de entrega.

Entrega mais ágil, mais reconhecimento e mais pedidos gerados!

Todas as vantagens impactam direta e indiretamente na redução dos custos finais, tornando a empresa que utiliza o cross docking mais competitiva no mercado, principalmente nos modelos de entrega ponto a ponto e fracionada.

Mas vale salientar novamente que não existe modelo perfeito de atuação sem uma pré-análise detalhada dos objetivos desejados pela empresa. Nesse artigo aqui, falamos muito sobre cross docking pelo fato de sermos especialistas nesse modelo de trabalho.

Conclusão

O sistema melhora, significativamente, o desempenho operacional das etapas de distribuição. Com isso, a empresa reduz custos, tempo, mão de obra e eventuais faltas de estoque, ganhando em eficiência e competitividade.

Além disso, para adotar esse sistema, a empresa precisa somente planejar o modelo de atuação, já que as preocupações com espaço físico para recebimento e expedição das mercadorias fica a cargo do parceiro logístico.

O sistema ainda é fácil de operar, exigindo somente um gerenciamento e pessoas capacitadas, seja através de um parceiro de operação, seja através de equipe interna própria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *