Pixel do Facebook
Close

19 de outubro de 2017

A importância da separação de pedidos na logística

separação de pedidos em logística

O valor final de um produto é determinado por diversos fatores que estão envolvidos em toda a cadeia de produção, como aquisição de matéria-prima e mão de obra, além das despesas de logística. Dentro desse item, queremos chamar a atenção para os custos com a separação de pedidos, que precisa ser bem feita para evitar imprevistos e prejuízos.

A etapa de separação de pedidos requer um controle rigoroso de todo o material movimentado, afinal, os produtos entram e saem a todo momento e seguem para diferentes clientes e distribuidores.

O mercado pede agilidade e, por isso, a rapidez nos processos é fundamental. Essa exigência acontece justamente porque o tempo que um produto leva para encerrar o seu ciclo de produção e atividade dentro da empresa influencia diretamente na precificação.

LEIA TAMBÉM: Distribuição de cargas fracionadas: problema ou solução?

Isso significa que, quanto mais um produto permanece sob a guarda da empresa, mais caro ele se torna. Então, o ideal é que exista uma rotatividade das mercadorias, com entradas e saídas controladas do setor de logística.

Isso vai garantir que a produção se mantenha em andamento, a mercadoria escoe e, então, o custo possa ser reduzido, o que mantém a empresa competitiva no mercado.

Como ter uma separação de pedidos eficaz?

Normalmente, a etapa da produção já segue um ritmo compassado. O maior problema é quando a mercadoria acaba de entrar para o armazém e fica sob responsabilidade do setor de logística. Nesta etapa, é fundamental que a separação dos pedidos seja eficaz.

A eficiência na separação de pedidos na logística é determinante para que o fluxo aconteça livre e não ocorram erros. Mas note que não se trata apenas de definir que este ou aquele lote vai para um determinado cliente. Também é preciso ter em mãos uma série de dados que vão guiar as atividades da logística para definir, inclusive, como vai acontecer a organização do armazém, onde cada produto deve estar disposto, o que sairá primeiro, o que precisa ter prioridade, para onde cada lote vai etc.

Por isso, essa etapa exige pessoal treinado e experiente, que consiga manter o controle de todas as informações e saiba como gerir tudo isso de forma profissional. Afinal, ainda há a necessidade de reestruturar a programação, quando pedidos são cancelados, por exemplo.

Atualmente existem recursos que podem ser aliados às técnicas e estratégias da separação se pedidos na logística. A informatização é um deles, que facilita o trabalho dos operadores e ajuda a evitar erros, mantendo a organização e o controle de dados e informações.

A tecnologia está aí para ser uma aliada na separação de pedidos. Há programas que facilitam e dinamizam as tarefas, reduzindo erros humanos e falhas nas etapas. Também pode-se adotar o sistema de controle por código de barras, que é outra ferramenta interessante para localizar os lotes que estão guardados, bem como conferir todas as informações sobre eles.

Ter um sistema de separação de pedidos automatizado também possibilita a troca rápida de dados e envio de documentos e informações, bem como seu recebimento. Tudo isso ajuda a reduzir o tempo das atividades, como pretendido pelos empresários e, assim, consegue-se reduzir custos e evitar despesas extras que impactariam no valor final do produto.

Mas, é preciso sempre ter em mente que a tecnologia precisa estar associada à experiência e ao profissionalismo. Do contrário, erros poderão acontecer. Por isso, mantenha uma equipe qualificada ou contrate uma empresa especializada para fazer a separação de pedidos.

Dessa maneira sua empresa conseguirá manter a qualidade do atendimento aos clientes e a competitividade com bons preços.